41 3121.1001

41 99121.1001

Com exames simples podemos ter um panorama geral da saúde da glândula. Saiba mais.

continue lendo

O hipotireoidismo pode afetar qualquer pessoa, em qualquer fase da vida, mas há casos em que essa probabilidade aumenta. Um exemplo é se você tem casos na família.

A causa mais comum de hipotireoidismo é a tireoidite crônica autoimune (Tireoidite de Hashimoto). Os mecanismos exatos que levam à tireoidite não são totalmente conhecidos, mas tanto fatores genéticos como ambientais estão envolvidos.

Infelizmente não há como prevenir, porém quando há parentes próximos com a doença devemos ficar mais atentos, pois há uma chance maior de desenvolver o hipotireoidismo. Não há cuidados específicos a se tomar além de observar os sintomas e fazer o acompanhamento para um diagnóstico precoce.

Se o diagnóstico for positivo para hipotireoidismo, saiba que o tratamento é simples e eficaz. O tratamento é feito com a reposição do hormônio tireoidiano (levotiroxina) e com avaliações periódicas para um ajuste adequado da dose.

Essa reposição é feita através de comprimidos por via oral, que devem ser ingeridos diariamente em jejum.

Geralmente o tratamento estende-se por toda a vida, portanto é importante visitar seu endocrinologista periodicamente para reavaliar a dose e o quadro clínico.

Cuide-se bem!

1) A insulina é produzida pelo pâncreas e liberada na circulação sempre que os níveis de glicose sobem - o que ocorre após as refeições - mantendo em equilíbrio as taxas de açúcar no sangue. O diabetes surge quando o pâncreas não consegue mais produzir insulina em quantidades suficientes (diabetes tipo1) ou quando existe falha na ação e/ou secreção da insulina (diabetes tipo 2).

continue lendo

No que se refere ao tratamento hormonal, há diretrizes bem definidas:

1) Quando há falta ou não há produção de determinado hormônio, este deverá ser REPOSTO.

2) Quando houver excesso hormonal, este deverá ser SUPRIMIDO.

As técnicas para tais procedimentos devem seguir protocolos específicos, definidos através das evidências científicas disponíveis até o momento.

Combater o envelhecimento ou buscar outros efeitos estéticos com “modulação hormonal” com “bioidênticos” se encontra na área da especulação e do desconhecimento científico, o que expõe seus usuários (cobaias) a experimentos não éticos e, portanto, proscritos pelo código de Ética Médica.

continue lendo

Metade das pessoas com diabetes não sabe que tem a doença! Sem tratamento adequado, o risco de complicações é muito maior.

Caso você se encaixe num dos grupos abaixo, procure realizar exames para a pesquisa de diabetes - mesmo que não apresente nenhum sintoma:

continue lendo

Capturar

Os sucos de frutas costumam ser vistos como uma opção mais saudável do que outras bebidas açucaradas - como refrigerantes e chás - mas será que isso é verdadeiro?

continue lendo