Site: Cuidados pela Vida

Quando o assunto é diabetes e alimentação, o açúcar logo é mencionado. Há uma grande preocupação com os efeitos que esse carboidrato pode causar em pacientes diabéticos. Mas, além da sacarose, o famoso açúcar de mesa, outras substâncias adoçantes vêm sendo bastante utilizadas na preparação de alimentos.

 sucralose peq

Quando o assunto é diabetes e alimentação, o açúcar logo é mencionado. Há uma grande preocupação com os efeitos que esse carboidrato pode causar em pacientes diabéticos. Mas, além da sacarose, o famoso açúcar de mesa, outras substâncias adoçantes vêm sendo bastante utilizadas na preparação de alimentos.

Sucralose não fornece energia ao corpo

Um desses adoçantes é a sucralose. “Sucralose é uma substância extraída da cana-de-açúcar e que tem poder adoçante muito superior ao açúcar comum. Como não tem calorias, é bastante utilizada por quem não pode ou não quer adicionar calorias à dieta”, explica a nutricionista Daniella Chein. Porém, é preciso destacar que a sucralose não fornece energia porque não é digerida pelo corpo.

Moderadamente, a substância não provoca danos ao organismo. No entanto, “o consumo de muitos alimentos contendo adoçantes artificiais deve ser desencorajado porque não têm valor nutricional”, afirma a especialista. A recomendação de Daniella é substituir a sucralose por outros adoçantes naturais, como estevia, demerara e o açúcar mascavo.

sucralose cuidados pela vida gra

Diabéticos podem consumir sucralose com moderação

Assim como a maioria dos adoçantes e alimentos, a sucralose pode ser consumida por diabéticos, desde que em quantidades adequadas e que não atrapalhem o controle da doença. “O consumo de açúcar não está proibido, mas deve ser feito com cautela, pois quantidades excessivas podem levar ao rápido aumento dos níveis glicêmicos”, afirma a endocrinologista Daniele Zaninelli.

A sucralose é amplamente utilizada pela indústria de alimentos. É encontrada em bebidas e sobremesas e pode ser levada ao fogo ou ao congelador porque apresenta uma estrutura estável tanto em baixas quanto em altas temperaturas. Pode ser usada em gelatinas, pudins, sucos, compotas de frutas e como adoçante de mesa.

Dra. Daniella Chein é formada em Nutrição Clínica pelo Centro Universitário Bennett e atua no Rio de Janeiro. CRN-RJ: 2003100646

Dra. Daniele Zaninelli é endocrinologista formada pela Universidade Federal do Paraná e atua em Curitiba. CRM-PR: 16876

Foto: Shutterstock

Fonte: http://cuidadospelavida.com.br/cuidados-e-bem-estar/alimentacao/sucralose-diabeticos-podem-consumir-adocante-cana