41 3121.1001

41 99121.1001

Áreas de Atuação

Nódulos de Tireoide

nodulos-de-tireoide

É comum a ocorrência de nódulos de tireoide e o câncer de tireoide tem se tornado um problema cada vez mais prevalente.

Cerca de 7% das mulheres e 1% dos homens apresentam nódulos palpáveis na tireoide. Este número aumenta quando se avalia a tireoide com a ultrassonografia de alta resolução que pode detectar nódulos em 19 a 67% da população, dependendo do grupo avaliado, sendo mais frequente nas mulheres e nos idosos.

Quando um nódulo é encontrado na tireoide é necessário que se exclua a presença do câncer de tireoide, o que ocorre em cerca de 5 a 10% dos casos, dependendo de fatores como idade, sexo, exposição prévia a irradiação, casos na família, entre outros. Casos em que o crescimento nodular é rápido ou que estão associados à rouquidão devem ser avaliados imediatamente.

Com a descoberta de um nódulo tireoideano o endocrinologista irá submeter o paciente a uma avaliação, levando em conta dados da história clínica do paciente e de seus familiares, assim como fará o exame físico com atenção especial à glândula tireoide e à região cervical, procurando definir as características do nódulo e a presença de linfonodos.

Exames de sangue em geral são solicitados para a avaliação do funcionamento da tireoide, pois nódulos "quentes", ou seja, que estão associados à produção aumentada de hormônios tireoideanos raramente são malignos. Na presença de hipertireoidismo uma cintilografia de tireoide pode ajudar a definir o quadro.

O aspecto ecográfico do nódulo também é importante para se decidir sobre a necessidade de prosseguir com a investigação. Algumas características relacionadas ao tamanho, às margens e à textura do nódulo, assim como a presença de calcificações e características do fluxo sanguíneo dentro do nódulo irão definir a necessidade de realizar uma "biópsia", que no caso de nódulos tireoideanos é feita através da PAAF, ou seja, Punção Aspirativa por Agulha Fina guiada por ecografia. O procedimento é simples e rápido e pode definir o diagnóstico de um nódulo de tireoide na maior parte dos casos.

Recomenda-se a avaliação por um endocrinologista sempre que houver a suspeita de um nódulo de tireoide.

*Daniele C. Tokars Zaninelli é médica e especialista em Endocrinologia e Metabologia pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e atua como endocrinologista em Curitiba.