41 3121.1001

41 99121.1001

Perguntas Frequentes

O que é o método Pronokal de emagrecimento?

Esse é um tratamento novo?
Não. O Método Pronokal surgiu na Espanha há mais de 10 anos. Está disponível no Brasil desde 2013, período em que comecei a prescrevê-lo.

Quando pode ser indicado?
1) Para o tratamento do sobrepeso (IMC>27), desde que associado a problemas decorrentes dele, como por exemplo colesterol alto ou glicemia alterada.
2) Para o tratamento da obesidade (IMC>30)

Como funciona?
A fase inicial do tratamento é baseada em uma dieta de muito baixas calorias, com restrição de carboidratos e gorduras, e aumento relativo na ingesta de proteínas. As refeições são compostas por preparados proteicos, ofertados em diversos sabores (bebidas, doces, salgados - conforme cardápio Pronokal), associados ao consumo de verduras e legumes no almoço e jantar - também controlados - e pelo menos 2 litros de água ao dia.

Com isso, os estoques de glicogênio (carboidratos) são depletados, e o organismo passa a obter sua energia a partir da gordura - o fígado produz os corpos cetônicos, que serão utilizados como fonte de energia.

Conforme a meta de perda de peso (definida na avaliação clínica inicial) é atingida, o paciente “avança” uma fase, e passa a incluir alimentos ricos em proteínas no almoço e/ou jantar no lugar dos suplementos.
Há uma evolução progressiva no padrão alimentar, e em algumas semanas ou meses os suplementos são completamente substituídos por uma alimentação equilibrada.

É preciso usar vitaminas?
Sim. Os suplementos proteicos não fornecem todos os minerais e vitaminas essenciais para o bom funcionamento do organismo. A prescrição deve ser seguida à risca para que não surjam sintomas desagradáveis como tonturas e náuseas, por exemplo, e para que a saúde não seja colocada em risco. A orientação de como fazer essa suplementação será feita pelo médico prescritor.

Qual a principal vantagem oferecida pelo método?
Uma perda mais rápida de peso no início do tratamento.

Emagrecer rápido pode dificultar a manutenção do peso depois do tratamento?
Não. Já está bem estabelecido na literatura médica que a perda rápida de peso no início do tratamento não prejudica sua manutenção a longo prazo.

Qualquer pessoa pode se submeter ao método?
Não. Existem restrições para sua prescrição em alguns grupos especiais, como por exemplo pessoas com menos de 16 ou mais de 65 anos, portadores de diabetes tipo 1, doenças psiquiátricas ou neoplasias em atividade. Outras situações também serão observadas pelo médico prescritor.

Há risco de recuperar o peso após o tratamento?
Sim. Como ocorre com qualquer método de emagrecimento, é possível perder seus benefícios caso a fase de manutenção não seja respeitada. O que determina o sucesso a longo prazo é a mudança efetiva de hábitos de vida, com uma alimentação equilibrada, prática regular de exercícios físicos, e outras medidas como procurar dormir bem, evitar altos níveis de estresse e o consumo excessivo de bebidas alcoólicas.

O acompanhamento com o endocrinologista pode auxiliar na manutenção do controle das condições de saúde e do peso corporal a longo prazo.
Agende uma consulta!