41 3121.1001

41 99121.1001

Dicas - Diário Alimentar

Você conhece seus hábitos alimentares?

Por Drª Daniele C. Tokars Zaninelli*

A melhor maneira de responder a esta pergunta é criando um "diário alimentar".
shutterstock 86102689A maior parte das pessoas desconhece erros importantes na sua alimentação, e só passa a perceber que isto ocorre após a elaboração do diário alimentar, que mostra de forma objetiva "o que" , e em que "quantidade" consumimos os mais diversos alimentos no nosso dia-a-dia.

Muitas vezes temos a impressão de que cometemos excessos só "de vez em quando", mas o que não percebemos é que pequenos erros cometidos repetidas vezes é que vão elevar o consumo médio de calorias ao longo do mês, o que irá refletir diretamente no peso.

Por exemplo: a adição de 100 Kcal/dia à dieta eleva o consumo energético mensal em 3.000 Kcal. A ingestão de 7.000kcal eleva o peso em 1Kg, ou seja, o consumo "extra" de 1 barra de cereais ou 2 colheres de sopa de cereais, ou 1 fatia de 40g de queijo minas, podem levar ao aumento de 1 Kg em pouco mais de 2 meses. Projetando para 1 ano, o peso pode aumentar em até 5 Kg com o simples aumento de 100Kcal ao dia no consumo alimentar!

Por isso é tão importante conhecermos os detalhes que passam despercebidos na correria do dia-a-dia.

Como elaborar um diário alimentar?

Para os adeptos dos aparelhos eletrônicos existem diversos aplicativos que fazem quase todo o trabalho, basta alimentar o programa, especificando as quantidades do que foi ingerido. Eles também são capazes de calcular os gastos com as atividades físicas realizadas e calcular o balanço entre ingestão e gastos.

Outra opção é elaborar uma tabela com colunas onde devem constar os seguintes dados :
- data / dia da semana
- horário
- alimento consumido
- quantidade ingerida

Para um diário ainda mais completo, podem ser adicionados:
- tempo gasto na refeição
- local onde a refeição foi realizada
- motivo que levou ao consumo (fome, ansiedade, evento social...)

Anote "tudo" o que consumir, incluindo a ingestão de líquidos. Todos os dias da semana devem constar no diário, não esquecendo as bebidas alcoólicas, que costumam ser bastante calóricas.

Lembre-se: os cuidados com os detalhes é que costumam fazer a diferença no sucesso ou no fracasso do tratamento para a perda de peso. A realização do diário dá trabalho sim, mas é de fundamental importância. Mãos à obra!

*Daniele C. Tokars Zaninelli é médica e especialista em Endocrinologia e Metabolismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e atua como endocrinologista em Curitiba.